Partido Democrata sofre novo revés nos EUA

Bayh é o quinto de uma série de legisladores a desistir de disputa pela reeleição neste ano

AE, Agência Estado

15 de fevereiro de 2010 | 19h52

O senador Evan Bayh concedeu entrevista ao lado de seus dois filhos e de sua mulher

 

INDIANÁPOLIS, EUA - O senador por Indiana Evan Bayh, um democrata de centro que representa um Estado de forte tendência republicana, disse nesta segunda-feira, 15, que não vai tentar um terceiro mandato em novembro, um golpe para seu partido. Bayh, de 54 anos, é o quinto de uma série de legisladores que não irão disputar a reeleição neste ano, na medida em que as pesquisas mostram o crescente descontentamento dos eleitores tanto com o Partido Democrata quanto com o Republicano, assim como com o Congresso, em razão do alto desemprego e do crescente déficit federal.

"Colocando em palavras que eu acho que as pessoas podem compreender: eu amo trabalhar para as pessoas de Indiana, eu amo ajudar nossos cidadãos a fazerem o melhor de suas vidas, mas eu não amo o Congresso", disse Bayh, em Indianápolis.

A saída de Bayh pode representar um retrocesso para seu partido, que recentemente perdeu sua maioria no Senado com a eleição de um republicano para a cadeira do senador democrata Edward Kennedy. Bayh, que foi eleito pela primeira vez para o Senado em 1998, trabalhou durante sua carreira para divulgar políticas mais moderadas a seu partido, argumentando que os democratas deveriam ser mais agressivos em reduzir o déficit nacional, entre outros pontos.

Antes da decisão, acreditava-se que ele enfrentaria uma dura batalha pela reeleição contra o ex-senador Dan Coats, um republicano que quer voltar ao Congresso após mais de uma década longe da política.     As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAPartido Democrata

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.