Partido do presidente da Nigéria escolhe candidato

O Partido Democrático Popular (PDP), no governo da Nigéria, elegeu neste domingo o governador do estado de Katsina, Alhaji Umaru Musa Yar´Adua, como candidato às eleições presidenciais de abril, quando termina o mandato do atual chefe de Estado, Olusegun Obasanjo. Yar´Adua venceu com ampla maioria ao obter 3.024 votos dos delegados que participaram da convenção do PDP realizada em Abuja, a capital nigeriana.Yar´Adua conta com o apoio da cúpula diretora do PDP e do próprio Obasanjo, que, segundo os meios de comunicação locais, pressionou o Fórum para que escolhesse seu protegido como candidato presidencial. Em seu discurso, Yar´Adua disse que se vencer o pleito de abril, continuará com as reformas econômicas iniciadas durante a Administração de Obasanjo ereforçará a luta do Governo contra a corrupção. "É uma fonte de alegria, para mim e toda Nigéria, que o maior partido na África tenha demonstrado mais uma vez a predisposição dos nigerianos para consolidar a democracia", disse.Segundo analistas políticos, Obasanjo, que não pode concorrer a um terceiro mandato porque a Constituição restringe a dois os períodos presidenciais consecutivos de um chefe de Estado, pretende continuar exercendo o "poder por trás do trono". O candidato governista prometeu consultar "amplamente" os líderes de seu partido para escolher um companheiro de chapa para as eleições presidenciais. Yar´Adua concorrerá com o atual vice-presidente, Atiku Abubakar,e o ex-presidente Muhammadu Buhari, entre outros. Abubakar, que foi suspenso do PDP após ser acusado em um caso de malversação de fundo, concorrerá pelo opositor Congresso para a Ação, e Buhari, pelo Partido de Todos os Povos da Nigéria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.