Partido expulsa líder indiano após livro sobre Paquistão

O Partido Bharatiya Janata (BJP, na sigla em inglês), nacionalista hindu, expulsou um líder da legenda hoje por ele ter escrito um livro sobre a vida do fundador do país arquirival Paquistão - um sinal da amarga luta interna no grupo político e do crescente controle que o BJP está impondo sobre seus ideólogos mais radicais. Mohammed Ali Jinnah (1876-1948) é considerado na Índia como o responsável pela partilha do subcontinente que criou em 1947 o Paquistão, após o fim do controle colonial britânico.

AE-AP, Agencia Estado

19 de agosto de 2009 | 14h27

O livro, escrito por Jaswant Singh, diz que Jinnah foi "demonizado" na Índia. Ontem, o BJP emitiu um comunicado no qual se afastava do livro "Jinnah Índia, Partição, Independência", que foi lançado na segunda-feira. "O papel de M.A. Jinnah na divisão da Índia, que levou ao deslocamento e desestabilização da vida de milhões de pessoas, é muito bem conhecido. Não podemos minimizar esta dolorosa parte da nossa história", afirmou o partido, em comunicado.

A expulsão de Singh foi anunciada após uma reunião de líderes graduados do partido na cidade nortista de Shimla. Singh, um político de 71 anos que serviu como ministro do exterior e ministro das finanças em governos anteriores, disse que sua expulsão coloca em jogo o compromisso do BJP com a liberdade de expressão. "O que eu escrevi é a minha visão sobre um capitulo da história da Índia", afirmou. "Você pode questionar o que eu escrevi, mas no dia em que começarmos a questionar o pensamento na Índia vamos questionar o que é escrever, ler, publicar. Então estamos entrando em um beco muito, muito escuro."

Analistas políticos disseram que a expulsão reflete visões diferentes no BJP, que perdeu as duas últimas eleições. "Isso mostra que o partido está em desordem", disse o comentarista político Neerja Choudhary.

Tudo o que sabemos sobre:
ÍndiaPaquistãolíderexpulsãolivro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.