Partido governista apóia emenda da reeleição no Paraguai

O Partido Colorado, governista, resolveu nesta quinta-feira promover no Parlamento paraguaio emenda constitucional que permita ao presidente Nicanor Duarte disputar a reeleição em 2008.A direção do Partido Colorado aprovou resolução com as recomendações de três juristas sobre os processos legais para restabelecer a reeleição na Constituição.Os colorados pretendem modificar o artigo 229 da Constituição de 1992, que estabelece que "o presidente e o vice-presidente terão um mandato de cinco anos, improrrogável, no exercício de suas funções". A emenda só precisa de maioria simples nas duas câmaras do Parlamento para ser aprovada.O Partido Colorado, porém, tem apenas 39 dos 80 deputados e 18 dos 45 senadores. Além disso, não está unido.O senador colorado Julio Osvaldo Domínguez representa o grupo que se opõe ao projeto. Ele afirmou que a reeleição é um "capricho pessoal" de Duarte "que arrisca a continuidade do Partido Colorado no Governo".No início da sessão, o presidente do partido, José Alberto Alderete, leu uma carta na qual Duarte reconheceu que atualmente não conta com a maioria no Legislativo."Hoje sabemos que, sem uma maioria parlamentar para aprovar o projeto, a situação social, em vez de melhorar, vai piorar, com riscos para a democracia e com o óbvio desprestígio dos políticos", disse o presidente do Paraguai no documento.Os cinco partidos de oposição com representação parlamentar se comprometeram a rejeitar qualquer emenda que permita a reeleição, excluída da Constituição após a queda da ditadura, para evitar o aparecimento de projetos autoritários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.