Partido governista conquista maioria dos votos na Itália

O Partido Democrático da Itália, de centro-esquerda e liderado pelo jovem primeiro-ministro Matteo Renzi, parece ter vencido as eleições no país para o Parlamento Europeu, segundo pesquisas de boca de urna, com até 33% dos votos.

AE, Agência Estado

25 Maio 2014 | 18h57

Se o resultado se confirmar, a votação será um grande sucesso para Renzi, que enfrentou seu primeiro teste eleitoral depois de ter chegado ao poder em fevereiro. Renzi, que aos 39 anos é o premiê mais jovem da história da Itália, tenta implementar reformas econômicas para tirar o país de sua maior recessão em décadas, enquanto combate o salto no desemprego entre jovens.

Ainda segundo as pesquisas de boca de urna, o Movimento Cinco Estrelas, liderado pelo ex-comediante Beppe Grillo, obteve cerca de 26,5% dos votos, mais do que os 25,5% obtidos nas eleições gerais do país.

O sucesso eleitoral de Renzi é visto por analistas como um impulso para a sua ambiciosa agenda de reformas e reduziria a probabilidade de uma eleição antecipada antes do fim do seu mandato, em 2018. Um forte resultado de Grillo, por outro lado, desafia os planos de Renzi, na medida em que ele representa a desilusão com os principais partidos italianos e o crescente descontentamento com as políticas de austeridade impostas pela UE. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Itália eleição UE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.