Partido governista turco discutirá amanhã entrada de tropas dos EUA

O presidente do Partido do Desenvolvimento e da Justiça, Recep Tayyip Erdogan, que está no poder, disse que a política da Turquia em relação ao Iraque e que a entrada das tropas norte-americanas no país serão definidas amanhã, em reunião fechada do partido. A reunião está marcada para às 4h (de Brasília), segundo agência de notícias local. Erdogan afirmou que a conclusão da reunião estabelecerá um consenso dentro do partido, e que seus líderes não forçarão os deputados a acompanhar as decisões. Há previsões de que o parlamento poderá votar amanhã as duas questões. O partido do governo possui 363 representantes no parlamento, composto por 550 cadeiras. No entanto, o governo tem afirmado que a votação não ocorrerá antes do fechamento de um acordo sobre todos os pontos e da assinatura de um memorando entre os Estados Unidos e a Turquia. O ministro das Relações Exteriores, Yasar Yakis, disse haver "um acordo, em princípio" sobre as condições políticas e militares para o estabelecimento de bases norte-americanas na Turquia, mas ainda restam dúvidas em relação ao pacote de ajuda econômico. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.