Partido islâmico da Tunísia não declara apoio em eleição

O partido Ennahda, ligado ao islamismo, afirmou que não irá apoiar nenhum candidato na eleição presidencial da Tunísia, que acontecerá no dia 23 de novembro. As expectativas eram de que o apoio do partido, que não tem candidato próprio, seria um fator importante na decisão do pleito.

Estadão Conteúdo

08 Novembro 2014 | 13h45

Existem 27 candidatos concorrendo à presidência do país. O candidato Beji Caid Essebsi é amplamente visto como principal concorrente, mas haviam especulações de que o Ennahda iria apoiar a candidatura de Moncf Marzouki, contra Essebsi, do partido liberal Nida Tunis. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
TUNÍSIAELEIÇÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.