Partido israelense rejeita plano de paz saudita

O Partido Yisrael B´Aliya, liderado pelo ministro da Habitação, Natan Sharansky, transformou-se nesta sexta-feira no primeiro grupo israelense a rejeitar formalmente uma proposta saudita de paz para o Oriente Médio.A proposta prevê a retirada de Israel dos territórios palestinos ocupados em 1967, durante a guerra do Oriente Médio, em troca da paz com todo o mundo árabe.Com tal iniciativa, a Arábia Saudita está "conduzindo uma campanha de propaganda e distraindo a atenção do mundo livre do terrorismo e daqueles que apoiam o terrorismo", afirma um comunicado do partido, que é formado principalmente por imigrantes e que faz parte da coalizão de governo do primeiro-ministro, Ariel Sharon.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.