Paul Faith/AFP
Paul Faith/AFP

Partido pró-Reino Unido ganha eleição na Irlanda do Norte

Arlene Foster deve prosseguir no cargo de primeira-ministra

O Estado de S.Paulo

04 de março de 2017 | 02h13

BELFAST - O Partido Unionista Democrático (DUP, na sigla em inglês) ganhou por ligeira vantagem a eleição regional antecipadas na Irlanda do Norte, segundo resultados divulgados no começo da madrugada deste sábado, 4.

Segundo resultados definitivos, divulgados pela comissão eleitoral, o DUP, partido protestante que apoia a manutenção da união com a Grã-Bretanha, obteve 28 das 90 cadeiras da assembleia regional. O partido católico Sinn Fein, que defende a reunificação com a Irlanda, conseguiu 27 cadeiras.

O governo deve continuar a ser liderado pela primeira-ministra Arlene Foster. Em janeiro, o então vice-primeiro-ministro, Martin McGuinness, renunciou e o Sinn Fein se recusou a nomear um substituto, forçando a eleição ocorrida nesta sexta. Apesar da denominação, o premiê na Irlanda do Norte tem apenas poder regional.

Desde a entrada em vigor do Acordo de Sexta-feira Santa, em 1998, que levou paz à Irlanda do Norte, o primeiro-ministro e vice-primeiro-ministro têm de ser um protestante e um católico, de acordo com o resultado eleitoral. 

Se um sair do cargo, terá de ser de ser obrigatoriamente substituído para o governo prosseguir. Desde a celebração do acordo, todas as eleições foram vencidas por unionistas.

As eleições na Irlanda do Norte ocorreram sob o espectro do Brexit. Em junho, os britânicos decidiram deixar por meio de um plebiscito a União Europeia, em uma campanha que uniu setores da extrema-direita e da esquerda. As consequências desta saída ainda estão não estão claras. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.