Partidos chegam a acordo para formar governo no Iraque

O presidente regional curdo no Iraque, Massoud Barzani, confirmou hoje que os políticos do país chegaram a um acordo para a posse de um novo governo. Por esse acordo, o primeiro-ministro Nouri al-Maliki seguirá no poder, e os curdos vão manter a presidência. Barzani qualificou o pacto como justo para todos os blocos. Falando a repórteres em Bagdá, ele confirmou as linhas gerais de um acordo inicial fechado na noite de ontem.

AE, Agência Estado

11 de novembro de 2010 | 08h30

O líder curdo disse que o ex-premiê Ayad Allawi, chefe do bloco apoiado pelos sunitas que se opõe a Maliki, ficará à frente de um novo conselho, com autoridades sobre a segurança nacional. O bloco Iraqiya, de Allawi, vem pressionando para que esse conselho tenha grandes poderes, mas não está ainda claro se isso deve ocorrer. O Iraqiya também deve ficar com o posto de presidente do Parlamento.

O Iraque teve eleições gerais em março, mas elas não terminaram com um vencedor claro. Desde então, as forças políticas do país têm negociado um acordo para a divisão do poder. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueeleiçõesgovernoacordo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.