Partidos da oposição querem formar governo no Paquistão

Os dois principais partidos daoposição paquistanesa anunciaram na quinta-feira a intenção dese unir para formar um governo, depois de sua vitória naseleições de segunda-feira. A coalizão também pode tentar deporo presidente Pervez Musharraf. O ex-general, aliado dos Estados Unidos, não demonstrainclinação para deixar o poder, apesar da derrota de seupartido para o Partido do Povo Paquistanês (PPP, da falecidaex-primeira-ministra Benazir Bhutto), e o Liga Muçulmana doPaquistão (do ex-premiê Nawaz Sharif). "Vamos trabalhar juntos para formar o governo", disseSharif numa entrevista coletiva ao lado do viúvo de Bhutto,Asif Ali Zardari, depois de uma reunião entre ambos emIslamabad. Zardari, que dirige o PPP desde o assassinato da esposa, em27 de dezembro, disse querer "um governo de consenso nacional",mas que exclua o principal partido governista, que conseguiuapenas o terceiro lugar na eleição. (Reportagem de Zeeshan Haider)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.