Partidos de oposição da Tunísia pedem Governo provisório

Representantes temem um possível golpe militar no país

Efe

14 de janeiro de 2011 | 16h38

PARIS - Representantes dos principais partidos políticos da oposição da Tunísia pediram nesta sexta-feira, 14, em Paris um governo provisório de três meses, como estabelece a Constituição, em virtude das informações que apontam que o presidente Zine El Abidine Ben Ali abandonou o país.

 

Veja também:

link Presidente da Tunísia abandona país

mais imagens Protestos na Tunísia

blog Gustavo Chacra: Por que os tunisianos conseguir am e os iranianos não

 

O porta-voz do Comitê para o Respeito das Liberdades e dos Direitos Humanos na Tunísia, Kamel Jendoubi, relatou à Agência Efe que existe entre a oposição o temor de que um "golpe militar" esteja sendo planejado em seu país.

 

"É uma informação inquietante, muito inquietante", alertou Jendoubi.

 

Em comunicado divulgado antes que se soubesse que Ben Ali abandonou a Tunísia, o Comitê, ao lado do Congresso pela República, o Partido Comunista Operário Tunisiano, o Movimento Islamita Moderado Ennahdha, entre outros, pediram a instauração de um governo provisório e a realização de eleições livres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.