Partidos pró-Rússia são favoritos em eleição na Moldávia

Resultados preliminares mostraram partidos pró-Rússia com uma forte liderança nas eleições realizadas neste domingo na Moldávia, onde os moldávios tiveram de escolher entre partidos que desejam que o país se tornasse mais próximo da Europa e aqueles que preferem se aproximar da esfera de influência de Moscou.

Estadão Conteúdo

30 de novembro de 2014 | 20h23

Com 27% dos votos contados, os partidos que querem laços mais estreitos com Moscou estavam liderando com mais de 50% dos votos, enquanto os partidos pró-europeus seguiam atrás com cerca de 33%. A surpresa foi o Partido dos Socialistas fortemente pró-russo, que tinha 23,3%, de acordo com resultados parciais.

A ex-república soviética empobrecida, que possui menos de 4 milhões de habitantes, está dividida entre a reeleição da coalizão pró-europeia atual e escolher partidos que querem laços econômicos mais estreitos com Moscou.

A Rússia anunciou um embargo sobre as frutas moldávias após o país assinar um acordo de associação comercial com a União Europeia em junho. Pelo menos 600 mil moldávios trabalham fora do país, metade na União Europeia e o restante na Rússia. As remessas compõem cerca de um quinto do Produto Interno Bruto do país.

Em Moscou, cerca de 4 mil pessoas faziam fila para votar, incluindo Renato Usatii, um

empresário cujo partido pró-Rússia foi proibido de competir por ter recebido financiamento estrangeiro, o que é ilegal. Dois partidos pró-Rússia permanecem na corrida. Havia também filas em Roma e milhares votaram na Romênia, onde muitos estudantes moldávios estão na universidade.

O primeiro-ministro, Iurie Leanca, disse que votou por uma "Moldávia Europeia" - por uma Moldávia com Justiça".

A taxa de participação final nas eleições foi de 55,86% do total do eleitorado, segundo as autoridades. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
MoldáviaEleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.