Passa de 1.000 número de mortos em Gaza, diz médico

A ofensiva israelense na Faixa de Gaza já matou mais de mil palestinos, revelou hoje Muawiya Hassanein, chefe de serviços médicos de Gaza. "O número de mártires chegou a 1001", disse Hassanein à agência France Presse. Pelo menos 4.580 pessoas ficaram feridas desde que Israel lançou uma ofensiva ao território palestino contra o grupo islâmico Hamas, no dia 27 de dezembro, disse Hassanein.Também hoje, o presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou a ruptura das relações de seu país com Israel. Morales afirmou que vai apresentar uma demanda por genocídio contra o presidente de Israel, Shimon Peres, e o primeiro-ministro Ehud Olmert na Corte Penal Internacional. O anúncio foi feito durante a saudação do corpo diplomático presente na Bolívia, em uma cerimônia na sede do governo.O líder boliviano disse ainda que o Comitê do Prêmio Nobel, sediado em Oslo, deveria retirar o Prêmio Nobel da Paz concedido a Peres. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.