Passageiro expulso de avião por mau cheiro será indenizado

Indenizações por discriminação são comuns por uma série de motivos. O que não parecia ser comum era uma empresa ser punida por desrespeitar um cliente por causa do seu cheiro. Mas foi exatamente isso o que aconteceu nesta quarta-feira, quando um tribunal alemão decidiu que a companhia aérea British Airways teria que indenizar um passageiro expulso de um de seus aviões porque cheirava mal. O homem, que viajava do Havaí para a cidade alemã de Düsseldorf, foi expulso da aeronave depois que uma mulher que estava sentada ao seu lado reclamou do seu odor para a tripulação.O tribunal de Düsseldorf condenou a companhia a pagar ? 260 ao passageiro pelo incidente, ocorrido em 2005.Logo antes de a aeronave decolar, a passageira sentada ao lado do litigante se queixou do mau cheiro que exalava do corpo do seu vizinho de cadeira, que sequer pôde trocar de camisa, já que sua mala já havia sido despachada.O indivíduo entrou na Justiça pedindo uma indenização de ? 2.200, alegando que, por causa do incidente, ainda perdeu uma conexão em Düsseldorf.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.