Passageiros de avião seqüestrado retornam a Istambul

Os 107 passageiros e os seis membros da tripulação do avião seqüestrado e desviado na terça-feira, 03, por um jovem turco partiram na manhã desta quarta-feira do aeroporto de Brindisi, no sul da Itália, em direção a Istambul, destino do vôo.Os viajantes saíram às 6h25 (1h25 de Brasília) num Boeing 737 enviado especialmente ao aeroporto Papola Casale pela Turkish Airlines, a mesma companhia do avião seqüestrado. Os passageiros e a tripulação, que abandonaram o avião pouco depois das 20h de terça-feira (15h de Brasília), depois de o seqüestrador se entregar, passaram a noite no terminal do aeroporto, na região de Púglia, próxima à Albânia.O seqüestrador foi identificado como Hakan Ekinci, um turco de 28 anos, aparentemente convertido ao Cristianismo. Ele pretendia, supostamente, ir à Itália para ver o Papa.Segundo fontes judiciais, o Ekinci contou que não estava armado e que seu desejo era chegar à Itália para falar com Bento XVI sobre a situação dos cristãos na Turquia país de maioria muçulmana. Ekinci, que também foi interrogado pelos promotores Milton de Nozze e Pasquale Sansonetti, está detido na prisão de Brindisi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.