AFP PHOTO / PEDRO ARMESTRE
AFP PHOTO / PEDRO ARMESTRE

Avião saudita é esvaziado após ameaça de bomba em aeroporto de Madri

De acordo com o jornal 'El País', o bilhete, com a frase "ameaça de bomba" escrita em inglês, foi preso com uma faca em um compartimento de bagagem da aeronave

O Estado de S. Paulo

04 de fevereiro de 2016 | 15h28

MADRI - Autoridades espanholas retiraram todos os passageiros e tripulantes de um voo no Aeroporto Internacional de Barajas, em Madri, com destino a Riad, na Arábia Saudita, devido a uma ameaça de bomba nesta quinta-feira, 4, informou a operadora de aeroportos da Espanha Aena.

O avião foi inspecionado e nenhuma evidência de dispositivo explosivo foi encontrado. A operadora mais tarde informou que havia reduzido o alerta de geral para local, o que significava que o alarme não afetaria outros voos.

O voo SVA 226, da Saudi Arabian Airlines, ainda estava no solo quando o piloto foi informado sobre um bilhete com uma ameaça de bomba, disse o ministro do Interior, José Fernández Díaz, ao Parlamento espanhol.

De acordo com o jornal El País, o bilhete, com a frase "ameaça de bomba" escrita em inglês, foi preso com uma faca em um compartimento de bagagem do avião. A aeronave foi isolada enquanto uma investigação foi realizada.

Segundo a Saudi Airlines, a ameaça de bomba era falsa, como afirmou um relatório divulgado no canal de televisão estatal da Arábia Saudita. / REUTERS e AP 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.