Passagem de tufão deixa 13 mortos no sudeste da China

Cerca de 1 milhão de pessoas tiveram que deixar suas casas para a passagem do Sepat.

BBC Brasil, BBC

19 de agosto de 2007 | 08h44

Ao menos 13 pessoas morreram no sudeste da China em conseqüência da passagem do tufão Sepat neste fim de semana, segundo as autoridades do país. A maioria das mortes ocorreu na província de Zhejiang, ao sul de Xangai. Com ventos de até 119 quilômetros por hora, o tufão também provocou chuvas torrenciais e deslizamentos de terra. Na província de Fujian, mais de 200 milímetros de chuva caíram em 24 horas, provocando deslizamentos de terra e inundações. Parte de uma estação de trem a oeste da capital da província, Fuzhou, caiu, e centenas de casas ficaram destruídas. Cerca de 1 milhão de pessoas tiveram que deixar suas casas. Em Taiwan, no sábado, a chuva torrencial e os fortes ventos provocados pelo tufão Sepat cortaram o fornecimento de energia para mais de 200 mil residências.   BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
internacionaltufãosepatchina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.