AFP Photo
AFP Photo

Passagem de tufão força evacuação nas Filipinas

Autoridades têm dificuldades de convencer moradores a irem aos abrigos durante a celebração do Natal

O Estado de S. Paulo

25 Dezembro 2016 | 14h38

Um forte tufão atingiu o lado leste das Filipinas no sábado, 24, prejudicando as celebrações de Natal no país com a maior população católica da Ásia. Um governador chegou a oferecer porco assado para convencer moradores a trocarem as celebrações em família por abrigos de emergência. Nos últimos 65 anos, sete tufões atingiram as Filipinas no Natal, de acordo com a agência meterológica do governo.

O tufão Nock-Ten registrou ventos de 185 km/h quando chegou na província de Catanduanes neste domingo, 25. Os fortes ventos e as chuvas deixaram o local sem energia elétrica e comunicação. Ainda não há registro de incidentes.

Depois de passar por Catanduanes, a previsão é que o tufão siga para Luzon, a principal ilha do arquipélago, e chegue perto da capital Manila, na segunda-feira, 26, antes de seguir para o Mar da China Meridional. 

Como o Natal é o principal feriado das Filipinas, as autoridades têm dificuldade de convencer as pessoas a seguirem a recomendação de deixarem suas casas. O governo decidiu, então, pela evacuação forçada de algumas regiões.

O governador da província de Camarines Sul, que fica no caminho esperado do tufão, Miguel Villafuerte, ofereceu o típico porco assado de Natal nos abrigos para incentivar a evacuação dos moradores. "Eu sei que é Natal... mas esse é um tufão genuíno. Por favor, saiam, teremos leitão nos abrigos", escreveu em sua conta no Twitter.

O departamento do governo responsável pelo auxílio à população após esse tipo de desastre afirmou que apenas cerca de 4.200 foram para seis abrigos na região de Bicol. Só na província de Camarines Sul aproximadamente 50 mil famílias receberam o alerta de evacuação. /AP

Mais conteúdo sobre:
FilipinasÁsiaManilaNatal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.