Passagem de tufão mata 12 e deixa país em alerta

O tufão Bolaven, um dos mais fortes registrados nas últimas décadas na Ásia, deixou ontem 12 mortos e 10 desaparecidos ao passar pela Península Coreana. Depois de arrasar o arquipélago japonês de Okinawa e deixar sete feridos, o Bolaven se dirigiu para a Coreia do Norte, que se recupera de terríveis inundações. Em razão dos ventos e das fortes chuvas, Seul decretou estado de alerta no país e pediu que as autoridades locais tomassem "todas as medidas de prevenção", preparando-se para o pior cenário possível por se tratar de um tufão "extremamente forte".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.