Passeata de 100 mil apóia presidente de Taiwan

Mais de 100 mil taiwaneses convocados pelo Partido Democrata Progressista (PDP) se reuniram neste sábado em frente ao Palácio Presidencial para levar seu apoio ao presidente, Chen Shui-Bian, acusado de corrupção, autoritarismo e incompetência.A maioria dos manifestantes chegou em centenas de ônibus fretados, vindos do sul da ilha. Eles desafiaram a chuva sob o lema "proteger a Taiwan e sua democracia". Na manifestação, exibiram cartazes com frases nacionalistas e contra as interferências chinesas na ilha.A passeata acontece um dia depois das manifestações de sexta-feira, quando meio milhão de pessoas protestaram diante do Palácio Presidencial, numa das maiores manifestações da história de Taiwan. O país vive uma polarização política há meses, desde que surgiram vários casos de corrupção envolvendo a família de Chen e altos colaboradores.Os organizadores da manifestação desta sábado disseram que o objetivo não era defender Chen, e sim mostrar ao mundo que Taiwan é um país democrático, amante da paz e oposto às ameaças da China.No entanto, no atual contexto político de Taiwan, a maioria dos observadores e participantes considerou que a manifestação é uma mostra de apoio a Chen.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.