Passos Coelho é nomeado primeiro-ministro de Portugal

Portugal deu um passo adiante na formação do novo governo hoje, com a nomeação do líder do Partido Social Democrata, Pedro Passos Coelho, para o cargo de primeiro-ministro pelo presidente Aníbal Cavaco Silva.

CYNTHIA DECLOEDT, Agência Estado

15 de junho de 2011 | 10h55

A nomeação foi feita após encontro de Passos Coelho com os partidos políticos representados no Parlamento, tendo em vista o resultado das eleições gerais de 5 de junho e o acordo político fechado entre os sociais democratas e o Partido Centro Democrático Social.

Passos Coelho disse, antes do anúncio de sua nomeação, que "escolhido ao cargo de primeiro-ministro, se apresentaria ao governo com a urgência necessária". Ele afirmou que enviaria convites aos candidatos aos ministérios de seu governo de coalizão logo após sua designação e que assinará o acordo final de coalizão com o Partido Centro Democrático Social amanhã.

Cavaco Silva, por sua vez, havia dito antes da nomeação esperar que o próximo governo assuma antes de 23 de junho, para que o novo primeiro-ministro represente o país no encontro do Conselho Europeu em 23 e 24 de junho. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.