Pastrana visita cidade após expulsão da guerrilha

O presidente colombiano, Andres Pastrana, visitou hoje a principal cidade da antiga fortaleza da guerrilha, poucas horas depois de as tropas governamentais terem ocupado as ruas da cidade, retirado a bandeira dos rebeldes da praça central e jogado-a no lixo. Pastrana chegou de helicóptero a San Vicente del Caguán, dois dias depois de lançar uma ofensiva para recapturar o enclave da guerrilha, após o fracasso das conversações de paz.Desde que a ofensiva militar começou, na quinta-feira, o maior grupo guerrilheiro da Colômbia desapareceu nas florestas tropicais na região. O grupo divulgou uma declaração na sexta-feira, descartando a realização de mais negociações de paz com o governo de Pastrana, que pôs fim às conversações e ordenou ataques aéreos, após o seqüestro de um avião civil que fazia um vôo doméstico, no início da semana. Com sua visita a San Vicente del Caguan, Pastrana garantiu, simbolicamente, a autoridade do governo sobre a área, que havia sido cedida para as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), em 1998, para incentivar o fim da guerra civil, que se prolonga por 38 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.