Patriarca ortodoxo vai ao Vaticano recuperar relíquias

O líder espiritual dos cristãos ortodoxos do mundo chegou à capital da Itália para uma cerimônia no Vaticano, na qual receberá as relíquias de dois santos, levadas para Roma há séculos. O papa João Paulo II entregará as relíquias dos patriarcas João Crisóstomo e Gregório de Nazianzo ao patriarca ecumênico Bartolomeu I, na Basílica de São Pedro, neste Sábado. "Este é um evento muito importante para nós. A Igreja Ortodoxa dá grande importância a essas relíquias e apreciamos o gesto do papa", disse Bartolomeu, segundo a agência de notícias Anatólia. "Este é um símbolo das Igrejas Ortodoxa e Católica desenvolvendo boas relações". Tanto o patriarca quanto o papa vêm enfatizando a reconciliação das igrejas, separadas em 1054.Os ortodoxos dizem que as relíquias foram roubadas de Constantinopla, hoje Istambul, durante o saque da cidade pelos cruzados, em 1204. O Vaticano, porém, afirma que uma das relíquias, a de Gregório, foi levada para Roma por monges, no século VIII.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.