Patrick Modiano vence prêmio Nobel de Literatura

O francês Patrick Modiano venceu o prêmio Nobel de Literatura nesta quinta-feira. O autor, de 69 anos, dedicou sua vida a estudar a ocupação nazista na França e suas consequências para o país.

Estadão Conteúdo

09 de outubro de 2014 | 09h17

O escritor foi premiado por apresentar em seus trabalhos a "arte da memória, com a qual evocou os destinos mais inalcançáveis do ser humano", informa a Academia Sueca em comunicado.

O autor nasceu em um subúrbio no oeste de Paris dois meses após o término da Segunda Guerra Mundial, ocorrido em julho de 1945. Modiano é filho de um judeu de origem italiana, que conheceu sua mulher, uma atriz belga, durante a ocupação nazista em Paris.

As origens de Modiano influenciaram as suas obras, que têm como temas recorrentes a sua ascendência judia, a ocupação nazista e a perda da identidade. O seu livro "La Place de l''Étoile" ("A praça da estrela", sem tradução para o português), publicado em 1968, foi aclamado na Alemanha como uma importante obra dentre os trabalhos escritos após o Holocausto.

"Seus livros dialogam entre si; são ecos uns dos outros", afirmou o secretário permanente da Academia, Peter Englund, à rede de TV sueca SVT. "Isso faz com que o seu trabalho seja único. Você pode dizer que ele é algo como o Marcel Proust de nosso tempo".

Modiano deve o início de sua carreira ao escritor francês Raymond Queneau, que era amigo de sua mãe e o apresentou à editora Galimard, por volta dos seus vinte anos de idade.

Modiano escreveu o livro "Rue des Boutiques Obscures" ("Missing Person", em inglês, sem tradução para o Brasil) que, em 1978, venceu o prêmio Prix Goncourt de literatura francesa. Em 2012, ele também venceu o Prêmio de Literatura Europeia do Estado Austríaco. O autor hoje mora em Paris e é avesso à mídia, raramente concedendo entrevistas.

O escritor, que publicou mais de 40 trabalhos em francês, também fez livros infantis, roteiros de filmes e o longa-metragem "Lacombe, Lucian", com o diretor Louis Malle. Ele ainda foi membro do júri do Festival de Cannes em 2000.

Em 2013, o Prêmio Nobel de Literatura foi entregue à autora canadense Alice Munro, por sua maestria em escrever contos.

Também já foram anunciados os vencedores dos prêmios Nobel de Medicina, Física e Química. Ainda serão divulgados os ganhadores do Nobel da Paz (sexta-feira) e da Economia (13 de outubro).

Os certificados dos vencedores serão entregues no dia 10 de dezembro, aniversário de morte do fundador da premiação, o cientista Albert Nobel, que morreu em 1896. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.