Patriota presta solidariedade

O ministro das Relações Exteriores brasileiro, Antonio Patriota, está em contato com a chancelaria da Venezuela desde segunda-feira, para manifestar solidariedade a Hugo Chávez. Ele reforçou o convite para que o líder venezuelano venha se tratar no Brasil.

O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2012 | 02h07

Desde que foi diagnosticado com câncer, Chávez já se submeteu a quatro cirurgias. Logo depois da descoberta da doença, ele teria enviado o seu chanceler, Nicolás Maduro, ao Brasil para se informar sobre o Hospital Sírio-Libanês, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se submeteu a tratamento. De acordo com o jornalista venezuelano Nelson Bocaranda, médicos brasileiros estariam assessorando colegas cubanos, venezuelanos e russos no tratamento. / LISANDRA PARAGUASSU

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.