Patrulha militar escapa de atentado rebelde no Sri Lanka

Uma patrulha militar escapou de um ataque em uma rodovia no norte do Sri Lanka, afirmou nesta quinta-feira o Ministério da Defesa. A patrulha retaliou, matando um rebelde.O Brigadeiro Prasad Samarasinghe afirmou que o ataque ocorreu na quarta-feira à noite, em Vavuniya, e foi promovido pelos rebeldes da guerrilha Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE). Ele afirmou que os soldados encontraram o corpo de um rebelde, juntamente com munição, duas bombas e detonadores.O grupo luta pela criação de um país para abrigar os 3,1 milhões de tâmeis, acusando a maioria cingalesa de discriminação. Em um incidente separado na península de Jaffna, norte de Vavuniya, os militares encontraram quatro rifles T-56, uma bomba de 10 quilos e três granadas de mão em dois esconderijos na quarta-feira, afirmou Samarasinghe.A guerra civil de duas décadas do Sri Lanka terminou em 2002, quando a Noruega propôs um cessar-fogo, mas a medida corre sérios riscos devido aos incidentes quase diários. Esse ano, mais de 3.500 combatentes e civis morreram vítimas da violência, de acordo com dados do Ministério da Defesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.