"Paz não precisa de Arafat", acredita Bush

O presidente dos Estados Unidos,George W. Bush, disse nesta sexta-feira que os esforçosnorte-americanos para a paz no Oriente Médio podem dar certo semo líder palestino Yasser Arafat porque "há outras pessoas naregião que podem liderar". Ele disse também que o presidente do Iraque, Saddam Hussein,"precisar partir" e afirmou estar confiante na formação de umacoalizão que fará isto acontecer. Bush fez suas duras declarações antes do início de um fim desemana de conversações com o primeiro-ministro da Grã-Bretanha,Tony Blair, um partidário de suas políticas para o OrienteMédio. Segundo Bush, o líder palestino "não conseguiu cumprir suaspromessas" de conter o terrorismo e, por isso, "não ganhou aconfiança dos Estados Unidos". "Ele deixou seu povo para baixo e há outras pessoas na regiãoque podem liderar", sugeriu Bush, citando nominalmente opríncipe herdeiro saudita Abdullah, o presidente do Egito, HosniMubarak, e o rei Abdullah II da Jordânia. "Portanto, Colin Powell viajará à região para reunir esteslíderes e iniciar um processo que, esperamos, levará a uma pazduradoura", disse Bush numa entrevista concedida à rede de tevêbritânica ITV antes da reunião com Blair.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.