PDVSA abre investigação sobre caso da maleta

A estatal petrolífera venezuelana PDVSA abriu ontem uma investigação para apurar por que três funcionários da empresa viajaram de Caracas para a Argentina com o empresário argentino Antonini Wilson, que no sábado tentou entrar em Buenos Aires com uma maleta com US$ 790 mil não declarados. Segundo a PDVSA, nenhum dos três funcionários ocupava cargo de gerência ou fazia parte da diretoria da empresa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.