Peças de arsenal nuclear dos EUA estão sumidas

O jornal Financial Times, citando um relatório interno do Pentágono, afirmou ontem que as autoridades militares americanas não sabem onde estão centenas de componentes para mísseis nucleares. O departamento americano da Defesa não negou, mas relativizou a notícia, classificando o sumiço como um simples problema de inventário. Segundo dados oficiais, o número de componentes perdidos passa de mil. A descoberta é mais um episódio constrangedor envolvendo a Força Aérea americana. No início de junho, o secretário de Defesa dos EUA, Robert Gates, demitiu o secretário civil da Força Aérea, Michael Wynne, e o chefe do Estado-Maior, Michael Moseley, pelo envio acidental de componentes de mísseis nucleares para Taiwan, em abril, e pelo vôo de um bombardeiro que cruzou inadvertidamente os EUA carregado com seis ogivas nucleares, no ano passado. Para o Pentágono, os incidentes foram causados pela "erosão dos padrões nucleares e pela falta de cuidados da liderança da Força Aérea".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.