Pedágio urbano populariza bicicleta em Londres

A idéia era diminuir o número de automóveis e os congestionamentos de Londres, mas o pedágio urbano acabou tendo um efeito colateral a mais: incentivou o uso da bicicleta. A autoridade de trânsito londrina ainda não consolidou estatísticas oficiais, mas Stephano Casalotti, da Campanha pelo Ciclismo em Londres ? ONG que promove o uso da bicicleta como meio de transporte ? estima que o número de "bikes" nas ruas tenha subido 16% desde o início da cobrança de cinco libras diárias para os motoristas que passam pelo Centro.Quenton Given, gerente de políticas ambientais da administração regional de Camden, que abrange bairros próximos ao norte e ao centro de Londres, acredita que o aumento de ciclistas nas ruas desde o dia 17 de fevereiro, quando o pedágio urbano começou a ser cobrado, tenha sido de cerca de 20%. "A taxa incentivou muita gente a pedalar por duas razões: primeiro porque a pessoa economiza cinco libras por dia usando uma bicicleta e, segundo, porque o Centro está mais civilizado, agradável, com menos tráfego nas ruas", diz Given.Aproveitando o impulso dado pelo pedágio urbano, a Semana Nacional da Bicicleta, na Grã-Bretanha ? de 15 a 22 de junho ? está organizando, entre diversos eventos sobre duas rodas, cursos gratuitos para aumentar a auto-confiança de ciclistas e futuros ciclistas. Durante a semana, empresas oferecem cafés da manhã gratuitos para quem for trabalhar de bicicleta, lojas de bicicleta dão consertos de graça e vários eventos acontecem em toda a Grã-Bretanha.As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.