Pedófilo americano encontrado morto em prisão no Camboja

Um policial americano denunciado no Camboja por abuso sexual de uma menor morreu na prisão onde estava detido, disseram nesta terça-feira fontes da Embaixada dos Estados Unidos emPhnom Penh. Donald René Ramírez, de 50 anos, foi encontrado morto na sua cela. As fontes não esclareceram sobre as possíveis causas da morte. Ramírez foi detido na quinta-feira passada na capital cambojana.Ele foi flagrado num quarto alugado, em companhia de uma menor. No dia seguinte, foi denunciado formalmente de pedofilia num tribunal e se identificou como policial do Estado da Califórnia. Se fosse julgado culpado, o americano poderia ter sido condenado a até 20 anos de prisão. A ONG francesa Action Pour Les Enfants ajudou na detenção do suposto pedófilo e informou que a vítima era uma adolescente vietnamita de entre 12 e 14 anos de idade. A polícia também deteve uma vietnamita de cerca de 40 anos, suspeita de ser a mãe da menor e de ter prostituído a sua filha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.