Pela 1ª vez, mulheres servirão em submarinos britânicos

Pela primeira vez na história da Grã-Bretanha, mulheres vão receber permissão para prestar serviços militares em submarinos, anunciou nesta quinta-feira o secretário de Defesa do país, Philip Hammond, após pesquisas mostrarem que não há razões para sustentar a atual proibição.

AE, Agência Estado

08 de dezembro de 2011 | 12h02

Um pequeno grupo de oficiais femininas começará o treinamento no próximo ano e vai passar a servir em submarinos nucleares da Marinha britânica (Royal Navy) no fim de 2013, afirmou Hammond. A decisão ocorre após uma revisão de 18 meses, conduzida pela Marinha, que analisou as questões sociais, técnicas e de saúde relacionadas à permissão para que mulheres prestem serviços militares em submarinos.

Embora mulheres tenham permissão para serem tripulantes nos barcos da Marinha britânica desde 1990, elas não podiam ser tripulantes de submarinos por causa da preocupação de que os níveis mais altos de dióxido de carbono nos submarinos eram um risco para a saúde delas. No entanto, o Ministério da Defesa informou que pesquisas recentes mostraram que esses riscos são infundados e que "não havia razões médicas para excluir as mulheres". As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoDefesasubmarinomulheres

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.