Pela primeira vez, França dá apoio claro a uso de força contra Iraque

A França alertou que a força será utilizada contra Saddam Hussein se o Iraque não cooperar com os inspetores de armas das Nações Unidas. "Se ele não cooperar, se ele não cumprir com suas obrigações, então o uso da força obviamente será confirmado", disse o ministro das Relações Exteriores, Dominique de Villepin. É a primeira vez que a França expressa claramente seu apoio ao uso da força, caso Bagdá não atenda a resolução da ONU. Por sua vez, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Yuri Fedotov, pediu ao Iraque que "exercite o autocontrole e o pragmatismo" e aceite a resolução aprovada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas. A resolução "oferece a possibilidade de evitar-se o desenvolvimento de uma situação de força contra o Iraque e de retomada da atividade dos inspetores segundo as resoluções existentes", disse o Ministro. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.