REUTERS/Nick Oxford
REUTERS/Nick Oxford

Pela web, ilhados em razão da tempestade Harvey clamam por ajuda

Moradores presos em casa relatavam desespero

O Estado de S.Paulo

28 Agosto 2017 | 05h00

Com as linhas telefônicas de emergência congestionadas, os atingidos pelas inundações provocadas pela passagem da tempestade Harvey em Houston, no Texas, recorreram ontem às redes sociais para pedir desesperadamente que fossem resgatados de suas casas, enquanto as chuvas intensas não davam trégua.

As autoridades pediam aos mais de 2 milhões de moradores de Houston que ficassem em suas residências ao invés de se arriscarem a sair. Com isso, cerca de 70 mil pessoas decidiram formar um grupo no Facebook para pedir auxílio. “Precisamos de ajuda”, publicou Lorna Martinez no grupo conhecido como “Furacão Harvey 2017 – Juntos Sobreviveremos, Juntos Reconstruiremos”. 

Lorna afirmou que ela e mais 20 pessoas, incluindo 6 crianças, um idoso e uma grávida, estavam presos em uma casa em Houston. “Tentamos os serviços de emergência, mas não houve resposta.”

Muitos moradores da região disseram que permaneceram escondidos em seus sótãos com machados para desobstruir a passagem para sair do local, se necessário, apesar dos serviços de emergência alertarem a população a subir nos telhados para escapar das enchentes.

“Qualquer um na área que puder ajudar… Há quatro adultos e quatro crianças presas no sótão. Não há ferramentas para quebrar e chegar ao telhado”, relatou Carolyn Withrow Hutchins, que também publicou um mapa da localização em que estava o grupo.

Muitas pessoas afirmavam que não conseguiam entrar em contato com os serviços de emergência por telefone ou eram informados de que seu resgate levaria muitas horas.

Kathaleen Hervey recorreu ao Twitter para pedir ajuda para um colega. “Ele está preso e não consegue ligar para o 911 ou qualquer número dos serviços de emergência. Mandem um bote”, escreveu ela para o prefeito de Houston, Sylvester Turner.

Ele explicou que as equipes estavam dando a mais alta prioridade para as áreas mais devastadas pelas inundações. “O 911 está funcionando”, disse Turner no Twitter. “Por favor, deem preferência às situações de vida ou morte.” 

Até a tarde de ontem, as equipes de resgate já haviam salvado mais de 1 mil pessoas presas em carros e residências em Houston. O governador do Texas, Greg Abbott, disse que estava enviando helicópteros para auxiliar nos trabalhos. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.