Pelo menos 12 morrem em choque de milícias no Afeganistão

Choques entre duas milícias pró-governo no oeste do Afeganistão deixou pelo menos 12 mortos e numerosos feridos no domingo, disseram autoridades de segurança do país. Os militantes se enfrentaram com metralhadores e lançadores de granadas na aldeia de Waryan, na província de Herat, segundo Mirwais Payman, chefe do distrito local de Shindan. A batalha entre forças leais a Amanullah Khan e Arbab Basir, dois líderes locais, durou várias horas, disse Payman. Tanto Khan como Basir são pashtunes, o maior grupo étnico do páis. A polícia e o exército tiveram que intervir para acabar com a batalha, disse ele. As causas do enfrentamento não são conhecidas no momento. Outros casosQuinze supostos talebans morreram e dois soldados da Força para a Assistência à Segurança (Isaf) ficaram feridos em um longo combate travado no distrito de Daychopan, na província de Zabul (sul do Afeganistão), informaram neste domingo fontes da Otan.O porta-voz da Isaf, Luke Knitting, que atua no Afeganistão sob mandato da Otan, acrescentou que os rebeldes escaparam do local e que os soldados encontraram os corpos de 15 supostos talebans ao fim do combate. Esta informação não foi confirmada por outras fontes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.