Pelo menos 13 rebeldes são mortos no Paquistão

Mortes de rebeles talebans ocorreram durante bombardeios promovidos por aviões do exército paquistanês

Efe,

25 de dezembro de 2009 | 06h44

Pelo menos 13 supostos rebeldes morreram nesta sexta-feira, 25, em duas operações militares no Paquistão. De acordo com uma fonte oficial citada pelo canal de televisão Dawn, aviões de combate do Exército bombardearam refúgios do líder dos talebans paquistaneses, Hakimullah Mehsud, na área de Ferozkhel-Mela, na região tribal de Orakzai.

 

Durante a operação, as forças de segurança mataram nove supostos extremistas em diversos pontos do distrito, destruindo quatro veículos.

 

No vale de Swat, onde o Governo lançou uma grande ofensiva contra os rebeldes em abril, quatro supostos fundamentalistas morreram em um tiroteio com membros das forças de segurança, segundo os canais paquistaneses.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãotalebans

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.