Pelo menos 15 morrem ao tentar roubar combustível na Índia

Aldeões teriam arrombado um vagão para roubar combustível, quando aconteceu um vazamento de gases

EFE

20 de setembro de 2008 | 04h36

Pelo menos 15 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas neste sábado por inalação de gás tóxico quando tentavam roubar combustível de um trem na região de Assam, no nordeste da Índia, informou a Polícia. O incidente aconteceu antes do amanhecer em Rangapahar, cerca de 300 quilômetros ao leste da capital regional, Guwahati, segundo a agência indiana "Ians". Um grupo de aldeões tentava roubar combustível do trem quando aconteceu a tragédia, segundo o agente N. N. Goswami, que precisou que entre os mortos há dois insurgentes de um grupo independentista. O trem, de 48 vagões, transportava diesel e gasolina da refinaria de Numaligarh, em Assam. Segundo várias testemunhas, os aldeões arrombaram um vagão para roubar combustível, quando aconteceu um vazamento de gases que acabou matando várias pessoas. "Vimos pelo menos 15 cadáveres em um raio de 100 metros, enquanto outras 25 ou 30 pessoas estavam inconscientes ou doentes, com náusea e enjôos", disse o aldeão K. Timung.

Tudo o que sabemos sobre:
Índiacombustível

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.