Pelo menos 20 mortos e 40 feridos em atentado na Índia

Ao menos 20 pessoas morreram e cerca de 40 ficaram feridas nesta terça-feira em um atentado cometido por supostos rebeldes maoístas no estado de Chattisgarh (centro da Índia), um dia antes da visita oficial do presidente americano, George W. Bush ao país.O atentado teria sido cometido supostamente por um grupo de rebeldes maoístas que interceptaram cinco veículos com mais de 100 camponeses do povoado de Konta quando retornavam de uma reunião no povoado de Errabore, a reunião tinha como principal tema a campanha contra os rebeldes.A guerrilha maoísta se armou há mais de duas décadas com o objetivo de criar um Estado comunista independente nas regiões leste e sul do país, onde, desde então, mais de 6 mil pessoas morreram pela violência.Na atualidade, os grupos guerrilheiros mantêm atividades terroristas em catorze estados da Índia, embora a maioria dos atentados e ataques aconteçam nas áreas centrais do país.Entre os grupos de guerrilha, está o PWG (Guerra do Povo), que mais tarde, se aliou ao MCC, original do estado de Bihar, e os maoístas do Nepal, dirigindo suas ações contra o governo e as forças de segurança.Ambos os grupos foram qualificados de terroristas e estão atualmente proibidos pelo governo indiano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.