Pelo menos 24 pessoas mortas em ataques no Iraque

O embaixador dos Estados Unidos no Iraque avisou políticos iraquianos que eles correm o risco de perder o apoio americano caso não estabeleçam uma unidade governamental genuína, dizendo que os Estados Unidos não irão investir seus recursos em instituições controladas por sectários.Enquanto isso, pelo menos 24 pessoas, incluindo um soldado americano, foram mortos por atentados terroristas em Bagdá e outras localidades. Dois arquitetos macedônios foram soltos por seqüestradores após quatro dias de cativeiro em Basra, disse uma autoridade britânica sem dar mais detalhes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.