Pelo menos 25 morrem em ataque a posto militar afegão

O ataque de um grupo insurgente a um posto avançado da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e das forças afegãs, no leste do Afeganistão, resultou na morte de pelo menos 25 militantes. As tropas do posto de combate no distrito de Spera, província de Khost, responderam ao ataque com morteiros na noite de ontem, matando entre 25 e 30 insurgentes, informou a Otan, em comunicado. Informações iniciais indicam que civis não foram atingidos.

AE-AP, Agência Estado

22 de setembro de 2010 | 13h43

O general Raz Mohmmad Horya Khil, comandante do Exército Nacional Afegão na província, disse que 29 insurgentes foram mortos. Nenhum militar da Otan ou do Afeganistão morreu ou ficou ferido, disse ele. Horya Khil disse que o ataque, vindo do lado paquistanês da fronteira, tinha como alvo o campo Mir Safar e teve duração de mais de duas horas. Helicópteros foram chamados para ajudar no confronto.

Hoje, um soldado da Otan foi morto por uma bomba caseira no sul do Afeganistão. A aliança não forneceu detalhes, mas o Exército dinamarquês anunciou, em Copenhague, que a explosão matou um soldado do país e feriu seriamente um outro.

Tudo o que sabemos sobre:
morteguerraAfeganistãoEUAOtan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.