Pelo menos 26 morrem em atentado suicida em Bagdá

Pelo menos 26 pessoas morreram e outras 60 ficaram feridas em um atentado com carro-bomba, realizado no domingo por um suicida em um bairro xiita do leste de Bagdá, informaram fontes policiais.A explosão aconteceu em frente a uma delegacia de Polícia e nas proximidades de um mercado de verduras do bairro de Yamila, de maioria xiita. Fontes médicas advertiram que vários dos feridos encontram-se em estado grave, o que deve aumentar o número de vítimas nas próximas horas.O bairro de Yamila está situado na região de Medinat al-Sadr, reduto dos seguidores do chamado "Exército Mehdi", do clérigo rebelde xiita Muqatada al-Sadr, e que foi palco há duas semanas de um atentado suicida que deixou pelo menos 60 mortos. O atentado pode ser um novo episódio da violência sectária que castiga o país desde fevereiro e que já custou a vida de milhares de pessoas.O Iraque iniciou oficialmente neste sábado a aplicação do plano de reconciliação nacional, anunciado em junho pelo primeiro-ministro, Nouri al-Maliki, que tem como objetivo pôr fim à violência no país. Por outro lado, o Exército dos Estados Unidos anunciou no domingo a detenção de dez supostos insurgentes, em duas operações realizadas por tropas iraquianas e americanas no leste e no nordeste de Bagdá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.