Pelo menos 30 pessoas morreram no Iraque nas últimas 24 horas

Pelo menos 20 iraquianos e 10 soldadosamericanos morreram nas últimas 24 horas em vários ataques ocorridosem diferentes partes do Iraque. Segunda a rede de TV Al-Sharqiya, pelo menos cinco pessoas,entre elas uma menina e um diretor do serviço secreto iraquiano,morreram nesta quarta-feira em dois atentados no sul e no norte do Iraque. A rede de TV iraquiana informou também que Ali al-Tamimi, diretordos serviços de Inteligência da Polícia criminal da província deMaysan, no sul do país, morreu com seu motorista e doisguarda-costas devido à explosão de uma bomba. Segundo a Al-Sharqiya, a explosão ocorreu às 7h45 (1h45 deBrasília), quando o comboio de Tamimi passava pelo sul da cidade deAmara, 350 quilômetros ao sul de Bagdá. Segundo a Polícia, uma menina morreu quando um grupo deinsurgentes dinamitou uma casa que estava vazia na localidade de TelAfar, 470 quilômetros ao noroeste de Bagdá. No momento da explosão, a menina estava em uma casa próxima comoutras quatro mulheres, que ficaram feridas. Em um outro atentado, um carro-bomba explodiu em Bagdá perto deum edifício que fica ao lado do Ministério da Educação Superior e deEstudos Científicos. Segundo o Ministério do Interior, cinco pessoasficaram feridas. Outros dois iraquianos ficaram feridos devido à explosão de umabomba no momento em que um comboio do Exército americano passava poruma praça do oeste da capital. Na noite de terça-feira, dois policiais das forças especiaisiraquianas morreram e outros três ficaram feridos durante umaoperação realizada em um apartamento em Basra, 550 quilômetros aosul de Bagdá, onde morariam terroristas. Os policiais foram atingidos durante um confronto contra osmembros de um grupo especializado em seqüestros e assassinatos nobairro de Al-Jariza, no norte de Basra. Segundo a Polícia, outras 13 pessoas - cinco delas de uma mesmafamília - morreram na terça-feira em incidentes violentos ocorridosem diferentes pontos do Iraque. Enquanto isso, o Exército americano informou hoje que dez de seussoldados morreram na terça-feira em cinco ataques da insurgência doPaís. Quatro desses soldados morreram após a explosão de uma bombaenquanto passavam de carro por uma estrada no oeste do Iraque. Outros três morreram e um quarto ficou ferido em uma "açãoinimiga", quando participavam de uma operação militar na provínciade Diyala, no leste do país, segundo uma nota do comando militar. Em outro incidente, um militar americano morreu no norte de Bagdáem um ataque lançado contra a patrulha na qual estava, informou umcomunicado do Exército americano. Em um outro ataque no norte da capital, outro membro do Exércitodos EUA morreu devido à explosão de uma bomba enquanto dirigia umcarro. Outro soldado morreu devido aos ferimentos sofridos em um ataquerebelde na província de Al-Anbar, no oeste do país, consideradareduto da insurgência árabe sunita. Neste mês, mais de 60 militares americanos morreram no Iraque emdiferentes ataques e atentados insurgentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.