Pelo menos 59 mortos em tempestade no Golfo de Bengala

Pelo menos 59 pessoas morreram e centenas estão desaparecidas em conseqüência do ciclone que atingiu o Golfo de Bengala na quarta-feira, informaram fontes policiais indianas. As autoridades confirmaram que 59 pessoas (54 da Índia e cinco de Bangladesh) morreram devido aos fortes ventos e chuvas, enquanto pelo menos outras 400 - pescadores em sua maioria - continuam desaparecidas. Após o tufão, 630 pescadores desapareceram mas, horas mais tarde, 230 reapareceram em terra firme em Digha, 200 km a oeste de Calcutá, informou um representante do Estado indiano de Bengala, Anil Verma. Alguns deles, segundo Verma, estão em péssimas condições de saúde. Em Bangladesh, um representante do governo de Cox´s Bazar (300 km ao sul da capital, Daca), disse que a sorte dos desaparecidos na região - pescadores que saíram em seus frágeis barcos de madeira na terça-feira - é incerta, mas que as buscas vão continuar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.