Pelo menos 7 civis mortos em Grozny

Pelo menos sete civis foram mortos a tiros em Grozny, capital da Chechênia, informaram ontem militares russos, que culparam pelos crimes "insurgentes que querem fomentar a violência" na república separatista. "Cinco idosas, a mais velha com 65 anos, e dois homens de meia-idade foram brutalmente assassinados por bandidos", afirmou Yuri Borunyuk, porta-voz das forças do Ministério do Interior russo no Cáucaso. Segundo Borunyuk, todas as vítimas, mortas nos últimos três dias, foram encontradas no distrito de Leninsky, no subúrbio de Grozny. Elas eram de origem russa e receberam tiros na cabeça.Entretanto, segundo o Ministério da Defesa da Rússia, o número de mortos é maior: oito russos e dois chechenos. Tais números não puderam ser confirmados imediatamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.