Pelo menos 7 mortos em confrontos no Afeganistão

Confrontos noAfeganistão deixaram pelo menos sete mortos, incluindo quatrosoldados e policiais afegãos, numa região de grande concentraçãoda insurgência, o sul do país, disseram hoje autoridades. Um militante e um soldado afegão foram mortos em umconfronto armado que também deixou um soldado americano e umsegundo afegão feridos, disse o comando militar dos Estados Unidos. Ossoldados não foram identificados nem foram fornecidos detalhessobre os ferimentos. O tiroteio ocorreu ontem durante uma operaçãoconjunta de soldados americanos e afegãos perto de Gereshk, acerca de 350 km a sudoeste de Cabul, na província de Helmand,disse a porta-voz militar Michele De Wert, acrescentando que osoldado afegão morto fazia parte no novo Exército Nacionalafegão treinado pelos EUA, e que os combates com fuzis AK-47 efoguetes se estenderam por três horas. Fontes militares dos EUA disseram ainda que tropas dacoalizão liderada pelos americanos também foram alvo de ataquesperto da fronteira com o Paquistão em Lwara, na provínciaoriental de Paktika. Já no norte do país, em um aberto desafio ao presidenteafegão Hamid Karzai, apoiado pelos EUA, milícias leais ao senhorda guerra usbeque Abdul Rashid Dostum atacaram e assumiram ocontrole de Maymana, capital da província de Faryab, informouhoje o ministro do Interior Ali Ahmad Jalali. Ele acrescentou que osmilicianos enfrentaram pouca resistência local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.