Pelo menos cinco morrem em explosão em Bagdá

Um carro-bomba estacionado perto de um restaurante na região leste de Bagdá explodiu neste sábado na hora do almoço, matando pelo menos cinco civis iraquianos e ferindo cerca de 25 pessoas, informou a polícia. Pelo menos quatro policiais estão entre os feridos pelo atentado, que aparentemente tinha como alvo o restaurante próximo, muito freqüentado por autoridades. A explosão também danificou carros e lojas próximos, de acordo com o sargento Sabah Mohsen. Em outros incidentes registrados neste sábado, pelo menos cinco pessoas morreram no país. Uma bomba colocada em uma estrada explodiu perto de um posto de patrulhamento ao sul de Bagdá, matando três soldados e ferindo três outros, informa o Exército. Em Faluja, pelo menos um civil morreu e outros dois ficaram feridos em violento combate entre insurgentes e integrantes do Exército. Vários carros foram incendiados no conflito. Situada a 65 quilômetros da capital, Faluja serviu de baluarte da insurgência no país desde a invasão americana, em 2003, até que a cidade foi controlada, em novembro de 2004, no mais intenso combate urbano da guerra no Iraque. Hoje a cidade é mantida sob forte controle, tanto por forças iraquianas como americanas. Em Basra, a 550 quilômetros ao sul do país, quatro homens armados mataram um chefe de polícia de trânsito que estava se dirigindo para o trabalho, informaram fontes locais.

Agencia Estado,

15 Abril 2006 | 16h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.