Pelo rádio, Kadafi promete resistir 'até a morte'

O governante da Líbia, Muamar Kadafi, fez um breve discurso na noite desta terça-feira e afirmou que suas tropas se retiraram do quartel-general de Bab al-Aziziya, tomado pelos insurgentes na manhã de hoje, como parte de uma estratégia. Kadafi

ANDRÉ LACHINI (AE), Agência Estado

23 de agosto de 2011 | 21h18

prometeu resistir "até a morte", informou o jornal italiano Corriere della Sera.

"A retirada de Bab al-Aziziya foi um movimento tático. O complexo foi arrasado por 64 bombardeios da Otan", afirmou o governante. "Morte ou vitória contra a agressão", disse Kadafi a uma emissora de rádio local, cuja gravação foi reportada pela emissora de televisão Al-Orouba.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiaKadafiBab al-aziziya

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.