Pelos menos 13 pessoas morrem em ataques israelenses no Líbano

Pelo menos 13 pessoas morreram e aproximadamente 50 ficaram feridas na madrugada de hoje devido ao impacto de vários mísseis israelenses diferentes regiões do Líbano, afirmaram fontes dos serviços de segurança.As fontes informaram que nove dos mortos eram soldados libaneses que foram atingidos por um míssil no pequeno porto de pescadores de Abdeh, a cerca de seis quilômetros da fronteira com a Síria. O ataque também deixou mais de dez militares gravemente feridos.Pouco antes da investida israelense, o canal de TV "Al-Manar", que pertence à milícia xiita Hezbollah, informou que pelo menos outras quatro pessoas morreram em um ataque de Israel a uma zona do sul de Beirute, que causou um número indeterminado de feridos.Além disso, as fontes do serviço de segurança afirmaram que o Exército de Israel voltou a atacar na noite de hoje o aeroporto internacional Rafik Hariri de Beirute, que está fechado desde a última quinta-feira, quando vários mísseis deixaram inutilizadas suas pistas e provocaram o incêndio dos depósitos de combustível.Os ataques israelenses se estenderam à cidade de Baalbek, reduto do Hezbollah na zona meridional libanesa. Ainda não foi divulgado o número de vítimas.A cidade de Trípoli, no norte, também foi alvo dos ataques israelenses, informou a rede libanesa de rádio e TV "ANB".Aproximadamente 100 pessoas morreram e outras 350 ficaram feridas desde que os ataques de Israel contra o Líbano começaram na última quarta-feira em resposta ao seqüestro de dois soldados israelenses realizado por milicianos do Hezbollah.A milícia xiita exige a libertação dos presos árabes das prisões israelenses em troca da liberdade dos soldados.Os ataques israelenses desta noite ocorrem poucas horas depois de o líder do Hezbollah, o xeque Hassan Nasrallah, ameaçar, através de uma mensagem de televisão, atacar alvos civis se for comprovado que o Exército israelense está fazendo o mesmo contra os civis do Líbano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.