Pelotão americano recusa-se a cumprir missão no Iraque

O Comando Central dos EUA confirmou que estão sendo investigadas notícias de que vários soldados de uma unidade de reservistas recusaram-se a participar de uma missão no Iraque. Segundo o jornal The Clarion-Ledger, de Jackson, Mississippi, um pelotão de 17 soldados da 343ª Companhia de Oficiais da Intendência recusou-se a sair em uma missão de entrega de combustível na quarta-feira, na base de Taji, norte do Iraque, alegando que seus veículos estavam em mau estado e que não havia escolta armada adequada. Parentes dos soldados disseram ao jornal que os eles consideraram a missão perigosa demais, e que vários foram detidos depois de se recusar a obedecer as ordens. A negativa de toda uma unidade de realizar uma missão numa zona de guerra constituiria um preocupante ato de indisciplina. Um comunicado do Comando Central garantiu que tratou-se de um incidente "isolado".

Agencia Estado,

15 Outubro 2004 | 18h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.